Quarta-feira, 2 de Abril de 2008

VI. Reaparecimento inesperado.

    

     Depois de mais uma noite passada com Sebastian, Liana tomava banho e preparava-se para mais um dia atarefado: escola, escolha de bouquets com a mãe, ginásio e depois cinema com Rita.

- Liana?

- Sim Sebastian, podes entrar - respondeu Liana, enquanto vestia a t-shirt. Esta noite tinha sido passada em casa dele, e não dela.

- Calças novas? Ficam-te muito bem...

- Sim, comprei-as ontem. Para onde é que estás a olhar meu... comilão? - brincou Liana, enquanto se dirigia para junto dele.

- Para o teu rabo que fica upa, upa nessas calças...

     Depois de uma gargalhada e um beijo de despedida, Liana pegou na mala e dirigiu-se para o carro. Mal sabia ela que o dia não ia acabar com risos.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

     As aulas da manhã tinham sido chatas mas atarefadas e Liana esperava que a mãe se despachasse a vir do emprego para poderem escolher o bouquet. Enquanto esperava sentada na esplanada, Liana apreciava a vista e bebia café, algo que tinha detestado quando era mais nova, mas que agora não dispensava.

- Desculpa filha, problemas no emprego - disse a mãe, aparecendo ao lado da mesa onde Liana estava sentada.

- Olá Mãe, não há problema. - disse, enquanto se cumprimentavam. - Vamos?

- Sim, estou tão excitada por escolher o bouquet!

- Ainda bem mãe - disse Liana, esboçando um sorriso sincero.

     Depois de flores, ramos, laços, folhas e muito mais ter sido escolhido, Liana e a mãe despediram-se e Liana dirigiu-se para o ginásio.

- Boa tarde Liana - cumprimentou a recepcionista do Health Club, que era conhecida por saber todos os nomes e respectiva vida de quem frequentava o ginásio.

- Boa tarde - respondeu Liana.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

     Liana frequentava o ginásio pela mesma razão que a maior parte das pessoas o fazia: para se manter em forma e queimar os pecados extra. Enquanto levantava os últimos pesos para depois tomar banho e encontrar-se com Rita no cinema, Liana pensava o quão feliz se começava a sentir por a sua relação com Sebastian estar a melhorar.

- Nunca percebi muito bem porque é que andas no ginásio. Com um corpo assim, é desnecessário...

     Só a sua voz tinha feito Liana suster a respiração, mas quando ela olhou para o espelho à sua frente e viu que quem se encontrava atrás de si era mesmo ele, um arrepio frio subiu-lhe pelo corpo, deixando-a completamente imobilizada.

 

sinto-me:

publicado por Do outro lado do oceano às 01:27
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
17
18
19
21

22
24
25
26
27
28

29


.posts recentes

. Sonhos, escrita e um alqu...

. Beleza e Inveja . Senhora...

. E lá vão 3...

. Reflexão

. Preciso...

. Gooo Portugal :D

. Shiuu... As paredes não p...

. Mudanças de maré

. Ur so gay! * I kissed...

. Um novo rumo

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. todas as tags

.Prémio Magnolium

blogs SAPO

.subscrever feeds